Gastronomia

Casa 21: café, vinhos e moda num lar de vila

Por Gabi Dourado

Empreendimentos costumam nascer do desejo individual de seus criadores em usufruir de um produto, serviço ou local de acordo com suas necessidades, ou interesses. “Criamos um lugar que amaríamos ir”, é assim que as sócias Georgia Santiago e Marina Pinto definem a Casa 21. “Se não fôssemos as donas, seríamos clientes fiéis, certeza”, divertem-se.

Não à toa, a Casa oferece aconchego e aroma de lar. Numa vila bucólica na Aldeota, o espaço concentra três empreendimentos tocados pelas duas: a loja de bolsas e acessórios Mariá, o bar especializado em vinhos naturais Muá Tuá e o café. É, portanto, um café-casa-ateliê! “Um lugar compartilhado e versátil, acolhedor e com vários fãs e clientes bem fiéis. Pessoas que se identificam com nosso estilo e preferem lugares menores e reservados. Onde possam passar uma tarde, seja para fazer compras no Ateliê, ficar para um café ou uma taça de vinho”, definem as sócias.

Casa 21
Foto: Georgia Santiago

E a proposta, nascida entre desejos de locais parecidos com os visitados na Europa por Geórgia e com os ateliês sonhados por Marina, foi acolhida pela cidade solar. “Sentia falta de um lugar mais informal e menos brega e careta para tomar vinhos, como os bares que frequentava em Paris”, relembra a chef Georgia. “Já eu queria a oportunidade de ter em um só lugar a experiência de Ateliê e showroom, onde o cliente possa conhecer de perto o produto e visitar o local de produção”, reforça a empresária Marina.

Portanto, o visitante que desejar sair da rota óbvia e der espaço para conhecer o local certamente levará para casa uma experiência fora da usual na terra da luz. Além dos sabores únicos de produtos fresquinhos feitos na casa, a lembrança de Fortaleza pode ser uma boa mala ou mochila com uma estampa exclusiva feita por uma artista local, bem como um vinho artesanal e orgânico muito bem selecionado.

Leia também:  Um roteiro pelos estabelecimentos estilo “casa” em Fortaleza 

É voltar pra casa com boas histórias e ainda produtos criativos. “Quem frequenta a casa costuma ser pessoas que gostam de viagens, tanto pela gastronomia como pelas bolsas, assim como pessoas que se preocupam com os métodos de produção da moda e da comida”, relatam.

Para além da programação usual da semana, a Casa 21 também promove eventos sazonais. O Muá Tuá faz o “NA RUA” uma vez por mês, com uma circulação maior de público, sempre aos Domingos. O diferencial é o vinho na taça em preços acessíveis; Já a Mariá promove o “CONVIDA”, que uma vez por mês chama uma designer para ocupar seu Ateliê e fazer um movimento da economia circular; O Café passou a, todos os sábados, abrir com um menu especial de brunch.

A Casa hoje proporciona uma experiência única aos visitantes e frequentadores. E tudo isso nasce, também, da forma com que as sócias aproveitam a cidade. “Curtimos ir em espaços públicos, Raimundo dos Queijos, Passeio Público, adoramos eventos diurnos, mais que os noturnos. E a casa proporciona isso”. Por isso que Fortaleza é uma cidade única e proporciona experiências tão diversas quanto a sua cultura.

 

 

Agenda

Saiba tudo o que está rolando na Cidade do Sol

16 jun
18 jun
19 jun
20 jun
Mascara de Fundo

Outras experiências em Fortaleza

As melhores dicas e experiências da Cidade do Sol

Todos
Beira-Mar
Cidade do Sol
Gastronomia
História e Cultura
Compras
Pet Friendly
Mascara de Fundo