Gastronomia

Conheça a pastelaria Leão do Sul, ícone do Centro de Fortaleza

Localização

R. Pedro Borges, 193 - Centro.

Valor
Funcionamento

Segunda a sexta, de 9h às 18h. Sábados, de 9h às 13h30.

Por Gabriela Nunes

Quem mora em Fortaleza conhece bem – ou, pelo menos, já ouviu falar – de um dos estabelecimentos mais icônicos do Centro: a pastelaria Leão do Sul. É na Praça do Ferreira, coração da capital, que há mais de 80 anos fortalezenses entram no pequeno corredor e se amontoam no balcão para experimentar o pastel com caldo de cana, uma dupla famosa que virou patrimônio gastronômico e afetivo da cidade.

No cardápio, são apenas três sabores de pastel: carne, frango e queijo. Não incluir outras opções é proposital, segundo a proprietária Kelen Dantas. “Aqui, a rotatividade é alta, tudo precisa ser rápido”, explica.

A massa do pastel é saborosa e sequinha e a casa oferece outras opções de bebidas, como a cajuína nordestina. Mas a dica é apostar no carro chefe, o bom e velho caldo de cana moído na hora.

O atendimento é feito de forma rápida no balcão.

O caldo de cana é o líquido extraído da cana de açúcar.

A bebida é moída na hora.

Pastelaria faz parte da memória afetiva de Fortaleza

Acredita-se que a a pastelaria foi fundada em 1926 e o nome é o mesmo desde sua fundação. O pai de Kelen é o terceiro proprietário do estabelecimento e manteve a alcunha original.

“Na época que meus pais compraram, em 1980, todo mundo que comprava um ponto bacana queria botar seu próprio nome. A minha mãe é do signo de leão, adora leão e disse que não ia mudar”, relembra.

E por que Leão do Sul? Existem três versões para explicar.

O amor pelo pastel com caldo de cana da Leão do Sul é transmitido de geração em geração.
Foto: Roni Vasconcelos

A primeira diz que é por causa da localização do estabelecimento (ao sul da Praça do Ferreira) e da paixão do primeiro dono pelo Fortaleza Esporte Clube (que tem o leão como mascote). Já a segunda conta que o proprietário era torcedor de um time de futebol do sul do país de mesmo nome.

Por fim, a terceira teoria explica que a Leão do Sul vendia produtos chamados de “primeira ordem” (bacalhau, vinho do porto, produtos que vinham do Sul) e por dominar o mercado com esse tipo de comércio, foi escolhido o leão como símbolo.

Seja qual for a origem real do nome, o fato é que a pastelaria faz parte da memória afetiva dos fortalezenses há décadas. Transmitido de geração em geração, o hábito de entrar pelo corredor estreito e pedir o pastel com caldo de cana mais famoso da cidade é uma experiência que merece entrar no roteiro de todo mundo que deseja conhecer parte da história de Fortaleza.

 

Agenda

Saiba tudo o que está rolando na Cidade do Sol

15 jun
16 jun
18 jun
19 jun
Mascara de Fundo

Outras experiências em Fortaleza

As melhores dicas e experiências da Cidade do Sol

Todos
Beira-Mar
Cidade do Sol
Gastronomia
História e Cultura
Compras
Pet Friendly
Mascara de Fundo