História e Cultura

Casa de José de Alencar: espaço cultural conta parte da história do famoso escritor cearense

Localização

Avenida Washington Soares, 6055 - Messejana.

Valor
Gratuito.
Banner - Casa de José de Alencar: espaço cultural conta parte da história do famoso escritor cearense
Foto: Igor de Melo Foto: Igor de Melo

Quem passa pela agitação da Avenida Washington Soares, na altura do bairro da Messejana, pode até não se dar conta, mas, ali, em 1829, nasceu um dos mais célebres escritores do Brasil. A Casa de José de Alencar, onde o romancista viveu até os nove anos de idade, hoje é um espaço cultural e histórico aberto à visitação, permitindo que o visitante faça uma viagem no tempo.

Anteriormente conhecida como Sítio Alagadiço Novo, a propriedade foi o lar do senador José Martiniano de Alencar, pai do renomado escritor, antes da mudança da família para o Rio de Janeiro, então capital do Império.

Em 1965, a Universidade Federal do Ceará adquiriu o local, abrindo as portas da casa originalmente preservada para o público e inaugurando um novo edifício-sede destinado a abrigar acervos e outras instalações.

Além das ruínas do primeiro engenho a vapor do Ceará, construído em 1832, e da casa histórica, você encontrará outros ambientes para explorar na área interna.

A Pinacoteca Floriano Teixeira, por exemplo, expõe 32 quadros do pintor maranhense que dá nome ao espaço. Todas as obras retratam personagens de José de Alencar, como Iracema e Martim, Peri, Lúcia, Aurélia, Arnaldo, Emília, entre outros.

Já no Museu Arthur Ramos, há um acervo de peças referentes às religiões de matriz africana e outras relacionadas ao período escravocrata do Brasil. No mesmo ambiente, a Coleção de Rendas de Bilros Luiza Ramos é uma das mais completas amostras de rendas cearenses.

Quem entra no Salão Iracema, por sua vez, encontra os principais trechos do romance “Iracema” desenhados com a técnica de bico de pena e nanquim pelo cearense Descartes Gadelha.

A Pinacoteca Floriano Teixeira, por exemplo, expõe 32 quadros do pintor maranhense.

Todas as obras retratam personagens de José de Alencar, como Iracema e Martim.

No Museu Arthur Ramos, há um acervo de peças referentes às religiões de matriz africana

A casa histórica possui preservados o piso e o telhado.

A área verde da Casa de José de Alencar merece destaque pelas árvores centenárias.

Ruínas do primeiro engenho a vapor do Ceará.

Espaço externo

A parte externa da Casa de José de Alencar merece destaque pelas árvores (muitas delas, centenárias) que garantem uma sombra valiosa para quem sabe que o sol de Fortaleza não brinca em serviço. Não à toa, o espaço é ideal para a realização de diversos eventos, como piqueniques familiares, ensaios fotográficos e muito mais.

A área verde é aberta ao público de segunda a sábado, das 8h às 17h, e fechada aos domingos e feriados. Já o museu e as pinacotecas funcionam de segunda a sexta, das 8h às 18h, e, aos sábados, das 8h às 12h. O acesso é gratuito.

 

Agenda

Saiba tudo o que está rolando na Cidade do Sol

18 abr
19 abr
20 abr
21 abr
Mascara de Fundo

Outras experiências em Fortaleza

As melhores dicas e experiências da Cidade do Sol

Todos
Beira-Mar
Cidade do Sol
Gastronomia
História e Cultura
Compras
Pet Friendly
Mascara de Fundo