Cidade do Sol

Cinco espaços gratuitos para levar as crianças pelo olhar de uma mãe

Banner - Cinco espaços gratuitos para levar as crianças pelo olhar de uma mãe
Foto: Francisco Fontenele Foto: Francisco Fontenele
Por Gabi Dourado

Um bom passeio com crianças pode ser uma oportunidade para olhar o entorno com olhos infantis, aquele curioso e ávido por novidades. E isso pode transformar a percepção de uma viagem ou da cidade em que se vive. É a partir dessa perspectiva que a jornalista e consultora Clara Dourado, 36 anos, vive Fortaleza ao lado do filho, Martin Annabi, 2 anos. 

“A gente passa a ver a vida com os olhos de uma criança. É um desafio, mas também é muito encantador. Hoje, o que me chama atenção nos passeios são outras coisas, porque ele vai perguntando tudo. Ele se encanta com coisas diferentes, até pela questão da altura, é outro campo de visão. O que desperta a curiosidade dele muitas vezes são coisas que para a gente que é adulto, que já estudou, que já sabe, são coisas banais”, reflete.

Além da mudança de perspectiva, há a própria mudança na rotina e, portanto, uma necessidade por espaços seguros e adequados para crianças. “Com a maternidade, a gente passa a priorizar os locais que recebem crianças, até porque, no meu caso, como eu sou mãe solo, muitas vezes estamos eu e ele. Então, eu preciso que o local seja um local seguro para criança”, diz Clara. 

Mas isso não significa, necessariamente, locais voltados a atividades consideradas infantis. Na verdade, a consultora busca incluir Annabi nos seus passeios favoritos e em locais nos quais já frequentava antes da chegada do filho. Isso, diz, o fez adorar música, exposições, praia e parques. Ela busca espaços seguros e interativos para que ele possa exercitar livremente sua curiosidade de criança. “Ele é meu companheiro de aventuras”, diverte-se. 

E esse acolhimento está na cidade natal dos dois. Em Fortaleza, Clara destaca que “a cidade tem muitas opções incríveis para família, em todas as configurações também de família, pai, mãe, duas mães, dois pais, avós, enfim, os cuidadores possíveis”, tais quais parques abertos e restaurantes com espaços kids. Porém, ela alerta: é preciso mais banheiros com trocadores em espaços públicos e outros estabelecimentos com cadeirinhas e áreas para crianças. 

Assim, Clara acompanha não só o crescimento do filho, mas também as transformações de sua cidade.  “A gente tá vendo muita mudança na cidade, muitos movimentos culturais, né? É algo que me dá uma esperança, ver que a cidade está se tornando mais acolhedora também com a infância, principalmente com a primeira infância”. 

Relembrando a máxima africana cujo princípio reflete que é preciso uma aldeia para criar uma criança, a jornalista indica espaços nos quais Annabi e demais crianças podem expressar sua energia, curiosidade e olhar infantil.

Parque do Cocó/Adahil Barreto: 

“De todos, é um lugar que eu amo muito. Adoro fazer trilha lá. Tem diversos brinquedos, tanto no Parque do Cocó como no Adahil Barreto, que faz parte também da Unidade de Conservação. Eu acho lindo, acho incrível, acho que é uma potência enorme de aprendizado sobre a Biologia, sobre coletividade, sobre meio ambiente. Então, a gente tem uma potencialidade de educação ambiental absurda quando a gente vai ao Parque do Cocó”.

Praia de Iracema

“Não dá para falar de Fortaleza sem falar de praia, né? Então, eu, por exemplo, gosto mais de ir para a Praia de Iracema, mas a Praia do Futuro normalmente tem barracas com maior estrutura para criança, pode ser interessante para quem prefere essa estrutura. Mas eu prefiro mesmo é a Praia de Iracema. Adoro alugar patins, alugar carrinho… Adoro ver o pôr do sol e depois ir tomar um açaí.. Adoro ir com outras crianças também, filhos de amigos, porque é um programa que muitas vezes eles não conhecem, que nunca fizeram e eles amam”

Estação das Artes (Complexo da Estação)

“Também amo programas culturais com ele. Então, ali, todo Complexo da Estação das Artes, o Annabi ama muito também. Tanto a Estação como a Pinacoteca. Ele ama exposições, observar as obras. Então, esses espaços públicos, gratuitos, são muito importantes”

Museu da Imagem e do Som

“Ele ama! Todas essas exposições que são mais interativas, com projeções, essas coisas. Ele fica fascinado, ama muito”. 

Passeio Público

“O Passeio Público também é super gostoso. Ele, inclusive, ama o Baobá que tem lá. Toda vida que vamos, ele pede para abraçar o Baobá. Além disso, a gente gosta muito de comer lá, no Café Passeio. A gente ama tirar um dia para passear pelo Centro e ir almoçar no Passeio Público”. 

 

Agenda

Saiba tudo o que está rolando na Cidade do Sol

19 jun
20 jun
21 jun
22 jun
Mascara de Fundo

Outras experiências em Fortaleza

As melhores dicas e experiências da Cidade do Sol

Todos
Beira-Mar
Cidade do Sol
Gastronomia
História e Cultura
Compras
Pet Friendly
Mascara de Fundo